Curso Certo

Guia de Profissões Educação

Voltar   Imprimir

Sobre a profissão

O profissional em Educação é o responsável pela disseminação de conhecimentos, no que usa uma série de técnicas pedagógicas, transmitindo valores essenciais à vida das pessoas.

A este profissional cabe estimular o desenvolvimento de habilidades nos alunos, seu raciocínio, criatividade e visão crítica. Pode desenvolver suas atividades em qualquer setor da educação, desde o ensino infantil até a universidade.

Segundo a Lei de Diretrizes e Bases, os docentes contratados a partir de 2007, devem ter cursado uma licenciatura para lecionar no nível fundamental (5ª a 8ª) e nível médio; Para lecionar no ensino infantil e fundamental (até a 4ª série), o professor deverá ser diplomado em Pedagogia ou curso Normal Superior.

Tipos de Curso

a) Nível Superior – Licenciatura (Normal Superior): De 2 a 3 anos de duração. Em geral os cursos oferecem duas habilitações, uma para educação infantil, que prepara professores para crianças de 0 a 6 anos, e outra para séries iniciais do ensino fundamental, que forma profissionais para o ensino da primeira à quarta série. Alguns cursos oferecem as duas habilitações juntas, por isso o aluno deve estar atento a esse detalhe. O currículo comum às duas modalidades contempla as disciplinas básicas de português, matemática, ciências naturais, geografia, história e arte. As disciplinas pedagógicas são letramento infantil, psicologia de educação, puericultura, higiene, educação pedagógica e história da educação. O estágio supervisionado é obrigatório no último ano de estudo. Pode ser encontrado com o nome de Educação com as duas habilitações.

b) Nível Superior – Bacharelado (Pedagogia): Duração média de 4 anos. Os cursos de bacharelado em Pedagogia habilitam o profissional em Educação a lecionar no ensino infantil, no ensino fundamental e quando habilitado em matérias do ensino médio, pode também lecionar nesse nível. Para exercer a docência no ensino superior o profissional bacharel, em qualquer curso, precisa ser pós-graduado.

c) Nível Superior – Licenciatura: Para lecionar, da 5ª à 8ª série do ensino fundamental e no ensino médio, o profissional precisa ter feito o curso de licenciatura plena em alguma disciplina, como por exemplo, Geografia, Matemática, Física ou História. O bacharel em alguns cursos específicos pode, ainda, fazer uma complementação dos estudos do bacharelado com disciplinas pedagógicas para se licenciar. Existem também licenciaturas específicas para a docência em cursos técnicos do nível médio.

d) Nível médio - Curso Técnico: Duração média de 2 anos. Não habilitam para o magistério, mas os cursos técnicos na área de Educação formam profissionais para atuarem em instituições de ensino nas áreas operacional e administrativa, visando habilitar o profissional como técnico. Alguns exemplos de habilitações são os cursos de Infra-Estrutura Material e Ambiental, Gestão Escolar, Multimeios Didáticos e Nutrição.

e) Cursos Livres: Não habilitam para o magistério, mas existem vários cursos livres que oferecem especialização na área de Educação. Podemos citar como exemplo “Oficina de Tutores”, Dramatização para educadores”, “Administração de Recursos e Serviços em Bibliotecas”, esses cursos, porém, só oferecem certificado e não diploma.

Mercado de Trabalho

A partir de 2007, todos os docentes, para qualquer nível de ensino, deverão ter formação superior para se habilitar a lecionar, o que tem movimentado este setor e aquecido o mercado para quem já tem formação.

O bacharel em Pedagogia ou Normal Superior poderá lecionar na educação infantil, nas primeiras séries do ensino fundamental e, no ensino médio, em disciplinas de formação pedagógica. Poderá, também, atuar em projetos e pesquisas no campo educacional e no planejamento, implantação e coordenação de sistemas de ensino ou ainda em ambientes não escolares como empresas privadas e Ong's.

O profissional graduado em curso de licenciatura poderá lecionar em escolas públicas e particulares, no ensino fundamental de 5ª a 8ª séries e nos três anos do ensino médio, ministrando disciplinas da sua área de formação.

São habilitados à docência em cursos superiores os profissionais graduados em cursos de qualquer área, desde que tenham feito uma pós-graduação.

Ofertas de Emprego

Há uma carência de mão-de-obra especializada para a educação infantil, fundamental e para o ensino médio, em vista disso a profissão está em alta, principalmente em virtude dos novos projetos educacionais desenvolvidos pelo governo. Os salários são modestos, em compensação existe estabilidade e todas as garantias dos direitos trabalhistas.

A maior oferta de vagas aparece em escolas públicas de todo o país; já as ofertas de emprego em escolas privadas estão concentradas nos Estados das regiões Sul e Sudeste.

Outro nicho que está em expansão e tem oferecido boas oportunidades de trabalho é o de educação para pessoas portadoras de necessidades especiais e no planejamento de projetos de inclusão social.

Profissionais habilitados em linguagens especiais como braile e Libras, Língua Brasileira de Sinais, têm vagas garantidas, principalmente depois da aprovação da lei de inclusão que obriga todas as Instituições de Ensino a manter professores tradutores e intérpretes.

Faixa Salarial

O salário médio inicial para professores do ensino infantil fica em torno de R$ 800,00. No ensino fundamental e médio é de R$ 1.000,00 e para o ensino superior é de R$ 2.500,00.

Testemunhal do Aluno

"Eu faço pedagogia e amo o curso que faço, pois é humano!!!!!".

Rita Vieira - Comunidade "Educação-Pedagogia" – Orkut.


Voltar   Imprimir

Copyright Guia Nacional de Cursos - todos os direitos reservados - 2007

by vm2